Yucca, uma planta adaptável a qualquer tipo de clima. Veja como cultivá-la!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

A Yucca é uma dessas plantas versáteis que servem para decorar o jardim e também a área interna da casa. 

Além de seu porte alto e elegante que adiciona um toque verde sofisticado a qualquer espaço, esse gênero de plantas são super fáceis de cuidar e exigem muito pouca manutenção!

Origem da planta e curiosidades

As 40 espécies pertencentes ao gênero Yucca são nativas das regiões da América Central e do Sul dos Estados Unidos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Elas se desenvolvem bem em clima tropical e suportam temperaturas extremas. Além disso, o extrato de Yucca é usado como excipiente em rações e tem como função deixar as fezes dos animais com menos odor e mais firmes.

Principais tipos de Yucca

Como dissemos, existem 40 espécies de plantas do gênero Yucca. Porém, quatro delas são as mais comumente encontradas no paisagismo e decoração de interiores. São elas:

Yucca filifera

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Reprodução

Yucca guatemalensis

Foto: Reprodução

Yucca flaccida

Foto: Reprodução

Yucca glauca

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Reprodução

As principais características em comum dessas plantas são suas folhas grandes e lanceoladas com espinhos e seu tronco alto e elegante. Além disso, elas apresentam uma flor de grande valor ornamental que pode chegar a cerca de 70 centímetros de altura!

Conheça sua flor gigante!

Foto: Reprodução

Dicas de cultivo que irão deixar a sua Yucca um arraso!

O cultivo destas plantas não tem muito mistério! Primeiramente, você deve determinar se irá cultivá-la no jardim ou dentro de casa.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Caso seja cultivada diretamente no solo, ela poderá atingir até 6 metros de altura e precisará de pelo menos 1 metro de distância de outras plantas para o crescimento de suas raízes.

No entanto, também podem ser cultivadas em vasos, no interior de casa. Mas, para isso, pelo menos é necessário que ela receba luz direta de uma janela por pelo menos 6 horas diariamente.

Além disso, apesar destas verdinhas serem bem resistentes à variações de temperatura, elas não suportam solos encharcados. Portanto, é importante protegê-las do excesso de chuva!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Também, é preciso providenciar um solo fértil e bem drenado, com camada de drenagem no fundo para facilitar o escoamento da água em plantas cultivadas em vasos.

Leia mais: 5 plantas pendentes para dentro de casa que são fáceis de cuidar

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Rafaela Lucena é mais do que uma redatora; é uma entusiasta incansável do vasto universo da Astronomia, Educação Infantil, Cuidados com Pets e Jardinagem. Com uma combinação única de paixão e profundo conhecimento nessas áreas, ela entrega diariamente artigos envolventes e informativos aqui no Biologia Digital, inspirando nossos leitores a explorarem e aprenderem mais sobre esses fascinantes temas. Para trocar ideias ou colaborar, não hesite em entrar em contato através do e-mail: rafaeladelucena@gmail.com.