Telescópio Euclides: instrumento que vai investigar matéria escura do cosmos foi lançado neste sábado

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: SpaceX

O telescópio Euclides, da Agência Espacial Europeia, foi lançado com sucesso neste último sábado (01/07).

O lançamento aconteceu na famosa região de Cabo Canaveral, na Flórida, EUA.

Vale lembrar que o instrumento faz parte do projeto de mesmo nome (missão Euclid), que vai investigar a presença da matéria escura e energia escura do universo.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Isso porque essas entidades costumam provocar bastante curiosidade dos astrônomos, que supõem que as mesmas constituem a maior parte do cosmos.

Além disso, muitos cientistas acreditam que a matéria normal não seria suficiente para produzir e organizar as enormes estruturas, como galáxias, da maneira como são e estão distribuídas.

Telescópio Euclides: missão e lançamento

O telescópio Euclides é um instrumento que faz parte da missão Euclid, da ESA.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

E como disse antes, a missão que foi lançada no último sábado (01/07), no Cabo Canaveral, vai procurar por matéria escura e energia escura no espaço.

Além disso, o instrumento foi lançado a partir do foguete Falcon 9, da SpaceX, empresa de Elon Musk.

A espaçonave enorme que tem 13 metros de altura, levou a bordo o satélite da missão que, por sua vez, apresenta:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • 4,7 metros de altura;
  • 3,7 metros de diâmetro.

Vale destacar, que o satélite carrega o telescópio Euclides e instrumentos de apoio.

Dessa forma, o telescópio será levado para a mesma região do espaço onde se encontra o telescópio espacial James Webb, o ponto Lagrange 2, a 1,5 milhão de km da Terra. 

Como o telescópio Euclides vai fazer um mapa 3D do universo?

O telescópio Euclides recebe esse nome em alusão ao “pai da geometria”, o matemático grego Euclides de Alexandria.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

A missão vai investigar a existência tanto da matéria escura quanto da energia escura ao produzir um mapa 3D do universo.

Cabe ressaltar que a matéria escura e energia escura nunca foram detectadas diretamente, mas os cientistas supõem as suas existências pelo grau de influência sobre os objetos cósmicos.

Por exemplo, os astrônomos acreditam que a matéria escura, apesar de ainda não visualizada, exerce o mesmo nível de interferência gravitacional nas estrelas e galáxias do que a matéria comum, que pode ser vista.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Já a energia escura pode ser a grande responsável pela aceleração da expansão do universo.

Dessa maneira, apesar de não identificadas de forma direta, os pesquisadores acreditam na existência tanto da matéria escura quanto da energia escura devido aos efeitos dessas entidades nos objetos cósmicos.

Com isso, o telescópio Euclides vai ser muito útil nos próximos anos para tentar resolver esta questão que intriga os astrônomos há anos.

Como detectar a matéria escura?

Sendo assim, a missão espera produzir um mapa 3D com a localização e distribuição das galáxias pelo universo ao longo de 10 bilhões de anos.

Com isso, os pesquisadores pretendem descobrir a existência da matéria escura através da técnica de lente gravitacional, que detecta e analisa a distorção da luz quando passa por uma grande quantidade de matéria.

Portanto, através da detecção desses desvios da luz, os astrônomos vão poder perceber a matéria escura, bem como a sua distribuição.

Veja abaixo outros artigos do Biologia Digital que podem ser úteis para você.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com