Telescópio Euclid vai ajudar James Webb a compreender a expansão do universo

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: ESA/Divulgação

A agência espacial europeia (ESA) faz os últimos preparativos para lançar o telescópio Euclid.

Dessa forma, este novo instrumento de observação espacial vai auxiliar o telescópio James Webb na captação de dados para os cientistas entenderem como se deu a expansão do universo.

Com isso, a expectativa da ESA é que o lançamento da espaçonave seja feito entre julho e setembro deste ano de 2023.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, um fato curioso, é que o nome do telescópio (Euclid) faz referência ao Euclides de Alexandria, matemático considerado o “pai da geometria”, que viveu por volta de 300 a.C. 

Objetivo da missão Euclid

Desse jeito, o objetivo da missão do telescópio Euclid é tentar compreender o motivo da aceleração da expansão do universo, que geralmente está relacionado com a energia escura.

Energia escura é um tipo de energia hipotética que estaria dispersa pelo cosmos e seria a grande responsável pela aceleração da expansão do universo.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além da energia escura, existe também a matéria escura que é uma matéria que não interage com a matéria comum e nem consigo própria. 

Assim, os pesquisadores conseguem deduzir a sua existência porque ela exerce um efeito gravitacional sobre objetos como estrelas e galáxias.

Desse jeito, para auxiliar os cientistas a compreenderem como o universo evoluiu ao longo do tempo…

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, o telescópio Euclid vai criar um mapa 3D de mais de um terço do céu observável, mapeando bilhões de galáxias numa localização de até 10 bilhões de anos-luz de distância.

Leia mais: James Webb detectou a fusão de duas galáxias a cerca de 270 milhões de anos-luz

Sobre o Telescópio Euclid

O telescópio Euclid possui:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • 4,7 metros de altura;
  • 3,7 metros de largura;
  • 2 toneladas.

Além disso, o instrumento é dividido em duas partes, a primeira é composta pelas câmeras – uma que observa na luz visível e a outra que enxerga no infravermelho próximo.

E a segunda parte é módulo de serviço, que é constituído por:

  • Sistema de energia elétrica;
  • Controle de altitude;
  • Telecomando;
  • Telemetria;
  • Processamento de dados;
  • Controle térmico.

Vale ressaltar que o lançamento será feito pelo foguete Falcon 9, da SpaceX, direto dos EUA.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Telescópio Euclid vai auxiliar James Webb

Dessa maneira, o telescópio Euclid da agência espacial europeia tem o objetivo de auxiliar o telescópio James Webb a compreender a expansão do universo.

Com isso, ele vai ser útil para reduzir algumas inconsistências de dados astronômicos obtidos.

Ainda, ele ficará localizado no mesmo ponto em que se encontra o James Webb, no ponto L2 Lagrange, a cerca de 1,5 milhão de km de distância da Terra.

De acordo com a agência espacial europeia, a tendência é que as primeiras observações aconteçam em outubro deste ano de 2023.

Assim, se gostou do conteúdo, compartilhe nas redes sociais.

Leia mais artigos do Biologia Digital

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com