T. Rex era inteligente como os crocodilos modernos e não como primatas, diz novo estudo

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Um novo estudo realizado por pesquisadores alemães sugere que T. Rex era inteligente como os crocodilos modernos e não como os primatas, como acreditava um outro grupo de cientistas.

Dessa maneira, esse novo trabalho reafirma a visão tradicional de que os Tyrannosaurus rex apresentavam uma capacidade cognitiva mais semelhante aos répteis atuais, como jacarés e crocodilos.

Os resultados acirram as discordâncias entre diferentes grupos de pesquisa ao mesmo tempo que tenta ampliar o nosso conhecimento sobre essas feras colossais do passado.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, neste artigo do Biologia Digital, você vai entender o que diz a nova descoberta sobre a inteligência dos T. Rex.

Foto: Reprodução/ Canva Pro

T. Rex era inteligente como os crocodilos

Pesquisadores da Universidade Heinrich Düsseldorf, na Alemanha, liderados pelo zoólogo Kai Caspar, desenvolveram um estudo para analisar a inteligência dos T. Rex.

Então, para tentar compreender a capacidade cognitiva desses gigantes do passado, os estudiosos analisaram os endocasts, como são conhecidos os moldes de crânios fósseis desses animais extintos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Vale destacar, que essa técnica visa descobrir a inteligência desses animais a partir de estimativas do tamanho relativo do cérebro no interior desses moldes cranianos, utilizando tomografia computadorizada.

E com base nos resultados da simulação, o cérebro do T. Rex ocupava cerca de 30% da cavidade craniana, semelhante ao que acontece com crocodilos e jacarés modernos.

Desse jeito, para esse grupo de cientistas alemães, o T. Rex apresentava uma inteligência parecidada com crocodilos dos nossos tempos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Trabalho de neurocientista brasileira sugere que T. Rex tinha inteligência igual a dos primatas

Cabe ressaltar, que essa descoberta contradiz os resultados de um trabalho de 2023 de pesquisadores brasileiros, liderados pela neurocientista Suzana Herculano.

Nesse estudo de 2023, os resultados indicaram que o T. Rex possuía um cérebro maior, que ocupava quase 100% da cavidade endocraniana, igual ao que ocorre com aves e mamíferos.

Inclusive, o estudo destaca que o Tyrannosaurus rex tinha uma capacidade cognitiva semelhante à dos babuínos ou macacos e ainda eram endotérmicos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Dessa maneira, esse trabalho de 2023, sugere que o T. Rex apresentava uma inteligência maior, semelhante a dos primatas, o que obviamente chamou a atenção de muitos cientistas.

Controvérsias sobre a inteligência dos Tyrannosaurus rex

Porém, o novo estudo dos alemães vai de encontro a visão mais tradicional, que compara a inteligência dos T. Rex com répteis modernos, como os crocodilos.

Dessa maneira, na visão dos autores desse novo estudo, a pesquisa brasileira estaria incorreta porque levou em consideração estruturas que não fazem parte do cérebro propriamente, como:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • Bulbo olfatório;
  • Glândula pituitária;
  • Ouvido interno.

Com isso, os brasileiros acabaram chegando à conclusão de que o cérebro desses predadores antigos preenchia quase 100% da cavida interna do crânio, o que estaria errado, segundo Caspar, autor do estudo alemão.

Ainda, de acordo com Caspar, a pesquisa brasileira também errou ao não separar as amostras de T. rex jovens de adultos.

Por fim, seja lá como for, independente de quem estiver certo, as pesquisas devem continuar para aumentar nossa compreensão sobre a biologia do cérebro do T. Rex.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *