Substratos para Orquídeas Phalaenopsis: 7 tipos e como utilizar

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Neste artigo você vai descobrir 7 substratos para orquídeas Phalaenopsis, mais indicados para o cultivo dessas plantas lindas ornamentais.

Isso porque muitos cultivadores querem saber quais são os substratos adequados para a orquídea Phalaenopsis, que comumente costuma ser a preferida na decoração de ambientes internos.

Assim, agora no Biologia Digital, você vai descobrir quais são esses sete substratos para orquídeas Phalaenopsis,  qual a importância de cada um deles e como utilizar.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Veja quais são os melhores substratos para orquídeas Phalaenopsis

Assim como qualquer outro tipo de planta, as orquídeas vão precisar ser cultivadas em um solo.

No entanto, essas plantas são consideradas epífitas, ou seja, são vegetais que costumam viver sobre outras plantas.

Dessa maneira, o tipo de material onde elas vão ser cultivadas precisa ser específico para esse tipo de modo de vida.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Inclusive, o local mais ideal para a orquídea ser cultivada é sobre um toco ou um tronco de árvore, principalmente porque na natureza essas plantas são encontradas vivendo no interior de florestas sobre galhos.

Porém, se você cultiva a sua orquídea Phalaenopsis  em um vaso, seja ele de plástico ou de Barro, você vai precisar de substratos adequados para essa forma de cultivo.

Assim, agora você vai descobrir 7 substratos para orquídeas Phalaenopsis e a importância de cada um.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Casca de pinus para orquídeas

O primeiro exemplo é a casca de pinus que é produzida a partir do Pinheiro, um material que acaba sendo bastante interessante para as orquídeas, já que essas plantas gostam de viver sobre outras árvores na natureza.

Além disso, a casca de pinus é importante porque retém a umidade e afasta pragas.

Isso porque determinados tipos de microrganismos vão se estabelecer sobre a casca de pinus ao invés de atacar a planta.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Casca de coco para orquídea

Outro substrato bastante interessante é a casca de coco. Esse material também é capaz de reter a umidade.

Além do mais, a casca de coco para orquídeas vai estimular o enraizamento dessas plantas. 

Carvão vegetal para orquídeas

O carvão vegetal é útil porque é um agente bactericida e fungicida.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Dessa forma, esse material vai evitar que a planta seja alvo de determinados tipos de pragas, como bactérias e fungos.

Argila expandida para orquídeas

A argila expandida, são pequenas bolinhas de barro que vão ser bastante úteis para melhorar o processo de drenagem.

Isso porque as orquídeas não toleram um substrato com excesso de umidade.

Pedra brita para orquídeas

Assim como as argilas expandidas, a pedra brita para orquídeas é um ótimo substrato para melhorar a drenagem.

Vaso de fibra de côco para orquídeas

Embora seja um tipo de vaso, o vaso de fibra de coco vai funcionar como um suporte adequado para as orquídeas.

Nesse caso, você não vai precisar colocar outros substratos já que o próprio vaso de fibra de coco vai funcionar como um suporte ideal e suficiente para as orquídeas.

Musgo esfagno para orquídeas

O musgo esfagno é um tipo de substrato bastante utilizado em regiões muito quentes.

Isso porque em lugares muito quentes, as plantas costumam transpirar bastante, perdendo água para o ar.

Dessa maneira, esse tipo de musgo vai ajudar a reter essa água ou umidade para a planta, algo importante em dias quentes.

Como montar os substratos no vaso?

Agora que você conheceu a importância de cada um desses substratos você precisa agora entender como é que fica a disposição desses elementos dentro de um vaso.

Com isso, você deverá colocar argila expandida ou a pedra brita no fundo do vaso para melhorar o processo de drenagem.

Portanto, entre a superfície e a região central do vaso você deverá distribuir de maneira misturada: 

  • Casca de pinus;
  • Casca de coco;
  • O carvão vegetal. 
------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com