Reator de Fusão Nuclear Estabelece Recorde com 48 Segundos a 100 Milhões de Graus Celsius

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Reator de fusão nuclear estabelece recorde ao superaquecer um circuito de plasma a 100 milhões de graus Celsius por um impressionante período de 48 segundos. 

Desse modo, esse feito marca um avanço significativo na busca por uma fonte de energia limpa e praticamente ilimitada.

Então, vamos abordar um pouco sobre esse assunto aqui no Biologia Digital agora.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Reprodução/ Instituto Coreano de Energia de Fusão (KFE)

O Desafio da Fusão Nuclear para obter energia limpa

Os cientistas têm buscado replicar o processo de fusão nuclear, o qual é fundamental nas estrelas, por mais de sete décadas. 

Vale destacar, que a fusão nuclear envolve a fusão de átomos de hidrogênio para gerar hélio, produzindo enormes quantidades de energia sem resíduos radioativos duradouros ou gases de efeito estufa.

Avanços Tecnológicos para Sustentar a Fusão

Os tokamaks, reatores de fusão comuns, operam superaquecendo e confinando o plasma dentro de uma câmara de reator em forma de donut, utilizando poderosos campos magnéticos. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

No entanto, manter o plasma turbulento e superaquecido por tempo suficiente tem sido um desafio técnico.

Desse jeito, os cientistas do KSTAR conseguiram prolongar o tempo de queima do plasma, ajustando o design do reator e substituindo o carbono por tungstênio para aprimorar a eficiência dos desviadores do tokamak. 

Assim, essas melhorias impulsionaram o registro de 48 segundos a 100 milhões de graus Celsius.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Rumo ao Futuro da Fusão Nuclear

O objetivo dos cientistas do KSTAR é estender ainda mais o tempo de sustentação das altas temperaturas, visando atingir 180 milhões de graus Celsius por 300 segundos até 2026.

Esses avanços se juntam a outros registros em reatores de fusão em todo o mundo, promovendo o desenvolvimento dessa promissora fonte de energia.

Leia mais: Robô Atlas da Boston Dynamics Manuseia Cargas Pesadas em Última Demonstração de Flexibilidade

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *