Pug: um cachorro muito dócil ideal para apartamentos

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Canva

O pug é uma raça ideal para fazer companhia em casa ou apartamentos.

Isso porque é um cachorro de pequeno porte que adora ficar no colo dos tutores.

Então, para quem se sente só, o cachorro pug vai te amar muito e vai estar sempre presente.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Então, nesse artigo vou te apresentar algumas das principais características, origem e curiosidades sobre esse cão.

Qual a origem do cachorro pug?

O pug provavelmente surgiu na China, onde se tem relatos de sua existência a partir do ano de 700 a.C.

Depois, já no século XVI, os holandeses o levaram para a Europa, onde passou a ser considerado um cachorro da nobreza.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leia Também: Vira-lata caramelo: origem e curiosidades

Curiosidades sobre a raça pug

Inclusive, uma das principais curiosidades sobre o cachorro pug é o fato dele ter sido importante companhia para personagens históricos, como:

  • Maria Antonieta;
  • Napoleão Bonaparte;
  • Duque de Windsor.

Além disso, essa raça aparece no filme “MIB, Homens de Preto”, de 2002, com os astros Tommy Lee Jones e Will Smith.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

No longa-metragem, o cachorro é bem comunicativo e é, na verdade, um extraterrestre disfarçado de pug.

Aparência e características principais

Foto: Canva

O cachorro pug apresenta algumas características bem particulares e curiosas, como:

  • Cabeça redonda, na visão frontal;
  • Olhos grandes;
  • Rugas pelo corpo e face;
  • Orelhas caídas;
  • Focinho achatado (braquicefálico);
  • Peso entre 6 e 8 kg, considerado de pequeno porte;
  • Pelagem curta e lisa;
  • Altura de até 30 cm;
  • Rabo enroladinho.

Além disso, esse cão pode apresentar variadas tonalidades de cores, tais como:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • Preta;
  • Amarela;
  • Prata.

Temperamento do cachorro pug

Os cães desta raça costumam ser dóceis e amam fazer companhia ao seu tutor.

Inclusive, geralmente, gostam de ficar no colo dos tutores por horas.

Desse jeito, é um cachorro ideal para te fazer companhia em qualquer situação.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, o pug se dá bem com crianças, cães e gatos.

Cuidados

Foto: Canva

Como já disse antes, o pug é um cão que possui braquicefalia, ou seja, apresentam o focinho achatado.

Isso acaba aumentando as chances de ocorrerem problemas respiratórios, principalmente nas épocas mais frias ou quando ocorre uma mudança brusca de temperatura.

Desse jeito, este cachorro vai precisar ser acompanhado de perto pelo veterinário.

Atividades físicas

Além disso, por causa dessa condição, o pug não suporta uma carga alta de exercícios.

Assim, garanta atividades para seu cachorro, mas de forma moderada, com cerca de 30 minutos de caminhada por dia.

No entanto, brincar com uma boa frequência com seu cãozinho já pode ser suficiente.

Higiene

O pug não precisa ser tosado, no entanto, você deve ter alguns cuidados com a pelagem desse cachorro.

Por exemplo, você deve escovar, de preferência uma vez por semana, para retirar o excesso de pelos soltos.

Além disso, alguns cuidados com a higiene deste cão são necessários:

  • Unhas – uma vez por mês procure um profissional para cuidar das unhas do seu cão, principalmente cortá-las. 
  • Olhos – como são proeminentes, os olhos precisam de atenção. Observe sempre se seu pug não está com algum machucado ou vermelhidão provocada por conjuntivite. 
  • Banho – por possuir uma pelagem curta, o cachorro desta raça vai precisar de, pelo menos, um banho por mês.
  • Orelhas – deixe as orelhas do seu pug sempre limpas.

Conclusão

Neste post você conheceu os cuidados básicos para deixar seu cachorro pug sempre saudável.

Além disso, descobriu suas características e algumas curiosidades interessantes sobre esse cãozinho maravilhoso.

Depois traz pra gente alguma travessura divertida que seu PET fez.

E aqui abaixo estão alguns conteúdos do Biologia Digital que podem te interessar.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *