Primo do Crocodilo de 215 Milhões de Anos é uma nova espécie de Aetossauros

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Um incrível achado paleontológico revelou um antigo habitante da Terra: o Garzapelta muelleri, um primo do crocodilo de 215 milhões de anos, que vagava pelo período Triássico.

Inclusive, esta criatura, encontrada na Formação Cooper Canyon, no noroeste do Texas, é descrita como um verdadeiro “tanque do Triássico”, coberto por placas ósseas para proteção.

Então, neste artigo do Biologia Digital, você vai entender um pouco mais sobre essa descoberta e quem foi o Garzapelta muelleri.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Garzapelta muelleri: primo do crocodilo que viveu há 215 milhões de anos

Os aetossauros, incluindo o recém-descoberto Garzapelta muelleri, eram criaturas robustas com membros poderosos, alcançando até 5 metros de comprimento. 

Além disso, eles reinavam durante o final do Triássico, habitando todos os continentes, exceto Austrália e Antártida. Ao contrário dos crocodilos modernos, eram principalmente onívoros.

Os Aetossauros: Feras Blindadas do Passado

Em 1989, o falecido paleontólogo Bill Mueller e o colecionador amador Emmett Shedd descobriram o fóssil do Garzapelta muelleri. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, após décadas de pesquisa, William Reyes e sua equipe identificaram a criatura como uma nova espécie de aetossauro. 

Desse jeito, a fera foi batizada de Garzapelta muelleri, uma espécie que se destaca por suas características únicas, incluindo uma combinação inédita de placas ósseas.

Desafios da Classificação: Uma História Evolutiva Complexa

A equipe de pesquisa enfrentou desafios ao classificar o Garzapelta muelleri na árvore genealógica dos aetossauros.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Isso porque, embora essa fera blindada tenha características que se assemelham a diferentes grupos de aetossauros, a criatura demonstra um caso intrigante de evolução convergente. 

Este fenômeno, onde espécies não relacionadas desenvolvem características semelhantes, destaca as complexidades da análise filogenética.

Conclusão: Uma Janela para o Passado Distante

O Garzapelta muelleri, um primo do crocodilo, oferece insights fascinantes sobre a diversidade e a evolução dos aetossauros durante o período Triássico. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além do mais, sua descoberta não apenas amplia nosso entendimento sobre essas criaturas antigas, mas também ressalta a importância contínua da paleontologia na reconstrução do passado distante da Terra.

Leia mais: Floresta Fóssil de 390 Milhões de Anos é Descoberta

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *