Plantas Carnívoras Optam por uma Dieta Inusitada

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Cientistas descobriram que algumas plantas carnívoras optam por uma dieta inusitada.

Dessa forma, os estudiosos perceberam que um grupo de ex-plantas carnívoras desistiu de capturar bichos rastejantes e passou a se alimentar de cocô de animais. 

Dessa maneira, essas plantas, apelidadas de “banheiros vivos” conseguem seus nutrientes a partir dos dejetos de insetos e de pequenos vertebrados como uma estratégia alimentar inovadora.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Nepenthes Lowii: As Pioneiras em uma Nova Tendência Alimentar

As plantas carnívoras tropicais do gênero Nepenthes são dotadas de grandes tubos cheios de líquido, os quais utilizam para capturar uma ampla variedade de presas, tais como:

  • Formigas;
  • Aranhas;
  • Escorpiões.

Inclusive, em alguns casos essas plantas são capazes de capturar e digerir animais maiores como sapos ou pequenos roedores!

Uma Mudança de Dieta Inusitada

Mas um pequeno grupo de plantas carnívoras que vivem na ilha de Bornéu, na Malásia, elevou as coisas para “outro patamar”, desenvolvendo um gosto por excrementos de animais!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Inclusive, o trabalho foi publicado em 28 de outubro de 2022 na revista Annals of Botany.

Sendo assim, os pesquisadores compararam amostras de tecido de seis espécies e quatro híbridos de jarros devoradores de cocô das montanhas de Bornéu com espécies carnívoras intimamente relacionadas que vivem em altitudes mais baixas.

Estratégias Adaptativas em Ambientes Hostis

Algumas dessas plantas desenvolveram essa habilidade de se alimentar dos excrementos de animais, principalmente porque há menos insetos em altitudes mais elevadas, disseram os pesquisadores desse estudo.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Assim, essa adaptação foi selecionada e tem sido importante para que essas plantas possam sobreviver nesses ambientes hostis com menos disponibilidade de insetos e outros animais menores que poderiam ser capturados.

Portanto, os resultados mostram que quanto mais alto na montanha reside uma planta carnívora, mais seletiva e engenhosa ela deve ser em sua dieta para obter os nutrientes de que necessita, escreveu a equipe.

Leia mais: O Cogumelo Crescendo em um Sapo: Um Mistério da Biologia

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *