Oxigênio é detectado em Vênus nos lados noturno e diurno de sua atmosfera pela primeira vez 

Oxigênio-é-detectado-em-Vênus
Planeta Vênus.

Cientistas detectam oxigênio atômico na atmosfera de Vênus, tanto no lado noturno quanto no lado diurno.

Vale ressaltar, que o oxigênio já havia sido encontrado no lado noturno de Vênus, porém é a primeira vez que o elemento foi detectado também no lado diurno do planeta.

Dessa maneira, a descoberta do oxigênio atômico foi feita com dados do telescópio aéreo SOFIA de 2021 e os resultados foram publicados no periódico científico Nature Communications.

Observatório SOFIA 

A descoberta do oxigênio atômico na atmosfera de Vênus foi feita por cientistas, do: 

  • Centro Aeroespacial Alemão (DLR);
  • Instituto Max Planck de radioastronomia;
  • Universidade de colônia.

Além disso, as medições ocorreram em novembro de 2021 pelo Observatório Estratosférico de Astronomia Infravermelha, o SOFIA, que faz parte de uma parceria da NASA com o Centro Aeroespacial Alemão (DLR).

Vale ressaltar, que o SOFIA é na verdade um avião-telescópio que realiza observações do espaço em infravermelho ao sobrevoar a estratosfera terrestre.

Com isso, o seu objetivo é estudar a superfície dos cometas e a composição química das atmosferas de planetas.

Inclusive, este observatório aéreo está aposentado desde o ano passado e se encontra no museu Pima Air & Space, em Tucson, nos EUA.

Como ocorreu a detecção?

Os pesquisadores conseguiram detectar o oxigênio atômico na atmosfera de Vênus através de uma espectroscopia da atmosfera do planeta.

Assim, a partir daí, os astrônomos conseguiram criar um mapa da distribuição desse elemento na atmosfera de Vênus.

Além do mais, os pesquisadores detectaram o oxigênio atômico numa pequena faixa de frequência por volta de 4,74 terahertz, o que seria algo em torno de 63,2 micrômetros no comprimento de onda que é absorvido por esse elemento na atmosfera do planeta.

Vale ressaltar que os pesquisadores tiveram dificuldades em detectar o oxigênio na atmosfera de Vênus porque o avião-telescópio conseguiu observar o planeta somente por 20 minutos ao longo de três dias.

Isso porque Vênus apresentou pouca visibilidade, surgindo apenas sutilmente acima do horizonte.

Oxigênio é detectado em Vênus, elemento é produzido no lado diurno do planeta

Os resultados do estudo indicam que o oxigênio está presente em 100 Km de altitude na atmosfera de Vênus.

Além disso, o oxigênio atômico é produzido no lado diurno através da quebra do dióxido de carbono e do monóxido de carbono pela radiação do sol.

Em seguida, existe uma distribuição desse oxigênio atômico do lado diurno para o lado noturno devido a movimentação de correntes de ventos. 

Além do mais, os pesquisadores perceberam que a concentração do oxigênio atômico diminui com a redução da radiação solar.

E isso foi constatado pela variação de temperatura observada desse elemento que se encontra a -120 graus celsius no lado diurno e -160 graus Celsius no lado noturno.

Veja abaixo mais conteúdos do biologiadigital.com.br que podem ser úteis para você.