A hipótese de Oparin e Haldane foi uma das primeiras a tentar explicar Origem da Vida na Terra

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Ilustração da Terra há 4 bilhões de anos atrás (por Dana Berry)

Os bioquímicos Oparin e Haldane foram os primeiros cientistas a criarem uma hipótese para tentar explicar a origem da vida na Terra, baseada na evolução química.

E cabe ressaltar que a evolução química é a ideia na qual os seres vivos surgiram a partir de moléculas inorgânicas que já estavam presentes na Terra primitiva.

E na verdade, para quem não sabe, a “hipótese de Oparin e Haldane” na verdade foram criadas separadamente, ou seja, de forma independente em momentos diferentes pelos cientistas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Dessa forma, Oparin foi quem desenvolveu primeiro a sua hipótese na década de 1920 e suas ideias chegaram ao ocidente na década de 1930.

Ao passo que, a ideia de Haldane sobre a origem da vida, que é bastante semelhante à de Oparin, foi elaborada no fim da década de 1920.

O que diz a hipótese de Oparin e Haldane de maneira resumida?

Como dito antes, a hipótese de Oparin e Haldane propõe que a vida surgiu a partir de substâncias inorgânicas (evolução química) que já estavam presentes no próprio planeta Terra.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Segundo esses pesquisadores, a crosta terrestre teria surgido há 2,5 bilhões de anos atrás, quando as primeiras rochas se solidificaram.

Daí em diante, conforme acreditavam Oparin e Haldane, a atmosfera primitiva era composta pelos seguintes gases:

  • Metano – CH4;
  • Amônia – NH3;
  • Hidrogênio – H2;
  • Vapor de água – H2O.

Porém, hoje em da, através de estudos mais recentes, os pesquisadores acreditam que a atmosfera primitiva era constituída por 80% de gás carbônico (CO 2); 10% de metano (CH4); 5% de gás nitrogênio (N2) e 5% de monóxido de carbono (CO). 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

No entanto, seguindo as ideias de Oparin e Haldane, através do que acreditavam ser a composição atmosférica da Terra primitiva, seguiu-se um longo período de chuvas intensas com fortes descargas elétricas.

Com isso, o vapor de água condensava e precipitava sobre a crosta terrestre quente e, ao tocar nela, evaporava rapidamente.

Desse jeito, muito provavelmente a ação das descargas elétricas juntamente com a radiação UV do Sol catalisaram reações químicas nas moléculas inorgânicas que deram origem a moléculas orgânicas simples, como os aminoácidos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Cadeias de aminoácidos deram origem às primeiras proteínas

Em um cenário seguinte as chuvas carregavam os compostos orgânicos fabricados que se acumulavam sobre a crosta terrestre quente.

Com isso, a temperatura alta da crosta, facilitava a reação entre essas moléculas orgânicas mais simples que davam origem a moléculas cada vez mais complexas.

Dessa forma, aminoácidos interagiam entre si e formavam cadeias de aminoácidos que, por sua vez, formavam proteínas.

Coacervados ou protobiontes

Em seguida a temperatura da crosta foi se resfriando cada vez mais e ficou abaixo de 100 graus celsius, o que permitiu a presença de água líquida.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, surgiram os mares, oceanos e lagoas. A partir daí, toda a sopinha de moléculas orgânicas ficou por milhões de anos reagindo nos mares até formar estruturas estáveis, chamadas protobiontes ou coacervados.

Assim, os coacervados foram, supostamente, glóbulos  precursores dos primeiros organismos celulares feitos de moléculas orgânicas.

E em algum momento, após muitas “tentativas químicas” passaram a adquirir a capacidade de controlar suas reações químicas e de se autoduplicar.

Desse jeito, surgiram duas características importantes dos seres vivos: metabolismo e reprodução.

Oparin e Haldane mapa mental

A seguir, disponibilizo um mapa mental sobre a hipótese de Oparin e Haldane que preparei para que você possa revisar os conhecimentos que você adquiriu aqui.

Mapa mental sobre a hipótese de Oparin e Haldane sobre a origem da vida na Terra

Veja abaixo mais conteúdos do biologiadigital.com.br que podem ser úteis para você:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com