Neuroinflamação na doença de Alzheimer pode ser responsável por mudanças de humor em pacientes, diz estudo 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Canva

A neuroinflamação na doença de Alzheimer pode ser responsável por mudanças de humor em pacientes com essa patologia, de acordo com estudo.

Cabe ressaltar, que a doença de Alzheimer está associada a problemas neuropsiquiátricos e declínio cognitivo que afetam normalmente indivíduos idosos:

  • 65 anos –  10%;
  • 80 anos –  40%. 

Além disso, há bastante tempo se sabe que essa patologia está associada ao acúmulo anormal de proteínas beta-amiloides que provocam uma cascata de eventos ruins que levam a:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • Mudanças de humor;
  • Danos e morte de células neurais;
  • Declínio cognitivo.

Microglia e inflamação cerebral

Porém, de acordo com o pesquisador Cristiano Aguzzoli,  pesquisador na Universidade de Pittsburgh, a Inflamação que acontece no cérebro na doença de Alzheimer pode ser a responsável por todos esses problemas neuropsiquiátricos.

Inclusive, os resultados desse estudo foram publicados na revista científica JAMA Network Open, no dia 27 de novembro.

E essa inflamação cerebral acontece graças à atividade da microglia, uma célula que apresenta a função de defesa, papel semelhante ao dos glóbulos brancos, mas que atua no sistema nervoso central.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Dessa forma, em resposta aos danos provocados pelo acúmulo de proteínas beta-amiloides, a microglia vai desencadear uma resposta de neuroinflamação.

E de acordo com os autores do estudo essa neuroinflamação que vai provocar os diversos sintomas neuropsiquiátricos, como:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Mudanças de humor.

Neuroinflamação na doença de Alzheimer pode provocar mudanças de humor

Assim, em resposta aos danos provocados pelo acúmulo das proteínas beta-amiloides, a microglia se transforma numa forma de microglia ativada que vai interagir com essas proteínas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, a partir dessa interação entre microglia ativada e proteínas beta-amiloides vai ao correr o processo inflamatório no cérebro desencadeando mudanças de humor nos pacientes.

Desse jeito, de acordo com os pesquisadores, essa é uma grande evidência de que esses diversos sintomas neuropsiquiátricos que ocorrem na doença de Alzheimer estão relacionados à neuroinflamação provocada pela ativação da microglia.

Assim, compreender melhor o processo de neuroinflamação mediado pela microglia ativada na doença de Alzheimer pode ajudar os cientistas a produzirem formas de tratamentos mais direcionados ou específicos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Veja mais artigos do Biologia Digial relacionados a Bem-estar:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com