Membrana Plasmática: estrutura e funções. Entenda de uma vez por todas!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Ilustração da membrana plasmática, com destaque para os fosfolipídios e proteínas.

A membrana plasmática é uma fina película que recobre e protege todas as células.

Todas mesmo! Ou seja, me refiro às células de todos os organismos, independente se procarionte ou eucarionte.

Desse jeito, a membrana plasmática ou membrana celular vai envolver e isolar os conteúdos citoplasmáticos de:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • células animais;
  • células vegetais;
  • células de protozoários;
  • células das bactérias.

Com isso, neste artigo vou te mostrar passo a passo a estrutura e funções principais da membrana plasmática.

Então, vem comigo!

Membrana plasmática: estrutura

Foto: Principais componentes da membrana celular.

Como já mencionei antes, a membrana plasmática é uma fina película que recobre todas as células dos seres vivos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Assim, de acordo com a teoria celular, só é vivo quem é formado por células.

Isso porque a célula é a unidade morfológica e funcional de todos os seres vivos.

Dessa forma, os vírus não apresentam membrana plasmática, já que não são formados por células.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, como disse, a membrana celular é fina pra valer! Ela mede cerca de 5 nm de espessura, sendo possível visualizá-la somente no microscópio eletrônico.

Biomembranas

Ainda, é importante dizer que nas células eucarióticas existe um labirinto de bolsas membranosas por todo o citosol, formando organelas citoplasmáticas, com funções específicas no metabolismo celular.

Inclusive, segundo uma teoria, a membrana celular teria invaginado e formado essas organelas ou bolsas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Menos, é claro, no caso da mitocôndria e plastos, que através de evidências mais significativas, teriam sido, no passado, bactérias que foram incorporadas às células eucarióticas primitivas. 

De todo modo, tanto as organelas membranosas quanto a membrana celular ou membrana plasmática, hoje em dia, podem ser denominadas como biomembranas.

Mosaico fluido

Agora focando mais na estrutura da membrana plasmática, podemos dizer que ela apresenta uma estrutura de mosaico fluido.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, o mosaico fluido é, na verdade, o nome dado a melhor e mais aceita representação (até hoje) da membrana celular. 

Desse jeito, é importante você saber, caso caia no seu vestibular, que essa representação ou teoria foi proposta pelos cientistas americanos Singer e Nicolson.

E por que a membrana celular seria um mosaico fluido na visão desses cientistas? É porque ela apresenta mobilidade e fluidez, com seus componentes se movendo no plano da membrana.

Composição da membrana plasmática

E já que eu falei em “componentes”, então vamos logo falar da composição da membrana plasmática, né?! Rs.

Os principais componentes da membrana celular, são os:

  • fosfolipídios;
  • carboidratos;
  • proteínas;
  • colesterol.

Então, várias das características e funções da membrana plasmática são graças a essa constituição, a presença desses componentes.

Bicamada lipídica

Desse jeito, a membrana celular é formada por uma dupla camada de fosfolipídios ou uma bicamada lipídica.

Assim, esses fosfolipídios fazem com que a biomembrana seja uma estrutura anfifílica ou anfipática.

E o que é isso, professor Leandro? Moléculas anfifílicas ou anfipáticas possuem:

  • uma região polar com afinidade pela água (hidrofílica);
  • e uma região apolar com fobia da água (hidrofóbica).

Desse jeito, os fosfolipídios apresentam uma cabeça hidrofílica, formada principalmente pelo grupamento fosfato, e por duas caudas de hidrocarbonos hidrofóbicas (ácidos graxos).

Permeabilidade seletiva

Além disso, a membrana celular apresenta permeabilidade seletiva, ou seja, ela “escolhe” ou “seleciona” o que entra ou sai da célula.

E aí, a gente acaba entrando em um tema importante que é o transporte através da membrana plasmática, que podem ser:

  • através da membrana (difusão simples, osmose e difusão facilitada);
  • por captura (fagocitose e pinocitose).

Funções da membrana plasmática

Já que citei o transporte através da membrana, uma importante função da membrana celular.

Então, quero te mostrar agora resumidamente as principais funções da membrana plasmática, que não é só de transportar “coisas”.

E lembra que eu falei antes, que a membrana tem as funções que tem, devido a presença do seus componentes (carboidratos, proteínas, colesterol e fosfolipídios)?

Pois bem, então agora vamos relacionar cada função principal com esses componentes, vamos lá!

Proteção, revestimento e estabilidade

A membrana plasmática por si só é capaz de isolar e proteger o conteúdo citoplasmático.

Porém, existe uma camada filamentosa mais externa que confere uma proteção ainda maior, que é o glicocálix ou glicocálice.

Esse glicocálix é formado pelos carboidratos, que por sua vez estão conectados às proteínas (as glicoproteínas) e aos fosfolipídios (os glicolipídios).

Além disso, é importante a gente saber que a estabilidade é conferida pela presença do colesterol que está aderido aos fosfolipídios.

Comunicação celular e detecção de sinais externos

Além disso, outra função importante é a de comunicação celular ou a identificação de sinais do meio extracelular.

E quem faz isso são proteínas receptoras que estão inseridas na dupla camada lipídica.

Assim, essa função é importante tanto para que as células possam “conversar” entre si quanto para se defender de substâncias perigosas.

Permeabilidade seletiva

Essa função, até já falamos brevemente, é a capacidade da membrana celular de selecionar o que entra ou o que sai da célula.

E isso acontece, geralmente, através tanto da propriedade dos fosfolipídios quanto através de proteínas transportadoras.

Membrana plasmática mapa mental

Veja agora este mapa mental que eu preparei para você sobre a estrutura e as funções da membrana celular.

Mapa mental da membrana plasmática, destacando sua estrutura e funções.

Conclusão

Neste artigo você aprendeu um pouco sobre a estrutura e as principais funções da membrana plasmática.

Porém, caso tenha ficado com alguma dúvida, você pode enviar um comentário aqui abaixo.

E também te convido a ler outros artigos do Biologia Digital, que possam te interessar.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *