Em menos de 48 horas, Lagoa dos Patos sobe 30 centímetros e causa novos inundamentos

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

A tragédia das chuvas que assola o Rio Grande do Sul parece longe do fim. Isso porque o nível das águas na Lagoa dos Patos subiu 30 centímetros, levando a inundamentos em cidades ribeirinhas.

Para você ter noção, na manhã desta quinta-feira, o nível da água atingiu 2,75 metros causando impactos em cidades do sul do Rio Grande do Sul. As mais afetadas são as cidades de São Lourenço do Sul e Pelotas.

Foto: Reprodução / Prefeitura de Pelotas

Pessoas desalojadas, inundamentos e acessos bloqueados

Foto: Reprodução / Prefeitura de Pelotas

Na cidade de Pelotas, pouco mais de 2 mil pessoas tiveram de abandonar as suas casas às pressas em busca de segurança.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, o acesso à Praia do Laranjal precisou ser bloqueado preventivamente.

Já na cidade de São Lourenço do Sul, várias ruas ficaram irreconhecíveis, parecem rios de tão cheias. O nível da água chega a atingir a cintura das pessoas e muitas vezes a água entra pelas janelas das casas.

Cerca de 150 moradores da cidade ficaram desalojados e buscaram abrigos da prefeitura como meio de segurança.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

O impacto das chuvas na região

Como você já deve ter acompanhado, a causa principal desta tragédia se deve pela incidência de chuvas fortes na região sul do país. A massa de ar frio não consegue se dissipar da região por conta de um bloqueio atmosférico causado pela onda de calor na região centro-oeste e sudeste.

Com o alto volume das chuvas, os rios Taquari, Caí, dos Sinos e Gravataí que desembocam transbordaram, o que levou a recordes de aumento no Lago Guaíba, onde eles desembocam, impactando de maneira trágica as cidades atingidas pelas chuvas.

Por sua vez, o Lago Guaíba tem comunicação com a Lagoa dos Patos. Com isso, apesar do Guaíba ter registrado uma queda em seu nível, essa água está migrando para a Lagoa dos Patos, levando, agora, ao aumento do nível de água na mesma.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Ou seja, o problema é uma verdadeira bola de neve! Enquanto isso, os moradores da região sofrem pela perda de suas casas e de seus entes queridos.

Os números são simplesmente alarmantes: 151 mortes, 104 desaparecidos e 806 feridos. 

Além disso, são mais de 600 mil pessoas desabrigadas e 458 municípios afetados pela tragédia.Vale lembrar que o estado conta com 497 municípios.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

A população do Rio Grande do Sul está precisando da solidariedade de todos para enfrentar esse momento difícil. Então, se você puder, faça uma doação nos Correios da sua região! Juntos somos mais fortes!

Veja também: Proposta de Canal na Lagoa dos Patos: Cientistas da UFRGS Alertam para Possíveis Impactos Ambientais

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Rafaela Lucena é uma farmacêutica e redatora apaixonada pelo mundo do bem-estar, astronomia e tecnologia. Combinando sua paixão e conhecimento, ela escreve artigos envolventes e informativos para o Biologia Digital, inspirando nossos leitores a explorar esses fascinantes temas. Para trocar ideias ou colaborar, entre em contato pelo e-mail: rafaeladelucena@gmail.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *