James Webb identifica exoplaneta orbitando duas estrelas com nuvens arenosas e água em sua atmosfera

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: NASA, ESA, CSA, Joseph Olmsted (STScI) | Ilustração do VHS 1256 b

James Webb identifica exoplaneta orbitando duas estrelas com nuvens arenosas e água em sua atmosfera.

Esse estudo foi liderado por Brittany Miles, da Universidade do Arizona.

O exoplaneta em questão é o VHS 1256 b, um mundo distante que orbita duas estrelas assim como o planeta Tatooine da ficção científica de Star Wars.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

O VHS 1256 b está localizado a 40 anos-luz de distância do nosso planeta. Veja alguns dados interessantes sobre este mundo em formação:

  • Apresenta uma temperatura por volta de 830 graus Celsius; 
  • Está a cerca de 40 anos-luz de distância;
  • Orbita duas estrelas em um período de 10 mil anos;
  • O dia dura 22 horas;
  • Tem cerca de 150 milhões de anos de idade (muito jovem).

Características das Nuvens de Areia

Como disse antes, os astrônomos identificaram nuvens de silicato, ou seja, areia na composição atmosférica deste exoplaneta.

Além disso, os pesquisadores descobriram que essas nuvens se misturam e se movimentam ao longo das 22 horas do dia.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Com isso, as moléculas mais quentes sobem enquanto o material mais frio desce.

Segundo a coautora Beth Biller, da Universidade de Edimburgo, na Escócia, os grãos mais finos de silicato são parecidos com partículas de fumaça.

Já os grãos maiores são similares às partículas de areia aqui do nosso planeta.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Assim, os pesquisadores acreditam que este exoplaneta possui um céu turbulento devido ao fato de ser muito jovem, com “apenas” 150 milhões de anos de idade.

Leia também: Nasa divulga traje espacial da Missão Artemis 3 que astronautas usarão na Lua 

James Webb conseguiu detectar muitas moléculas de uma só vez

O Telescópio James Webb detectou as nuvens de silicato porque esta poeira está presente em camadas muito altas da atmosfera do VHS 1256 b, devido a sua baixa gravidade. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, através dos dados obtidos do James Webb, os cientistas conseguirem evidências muito claras de:

  • Água;
  • Metano;
  • Monóxido de Carbono;
  • Dióxido de Carbono.

Com isso, esse foi o maior número de moléculas já descobertas em um exoplaneta por um instrumento de uma só vez.

Assim, destacando a imensa capacidade dos instrumentos do Telescópio James Webb, como o Near-Infrared Spectrograph (NIRSpec) e o Mid-Infrared Instrument (MIRI).

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Dessa forma, o James Webb detectou essas moléculas graças à distância do VHS 1256 b para suas duas estrelas.

Desse jeito, o Super Telescópio detectou essas substâncias por meio de uma observação direta, o que foi bastante interessante.

Isso porque, geralmente, moléculas na atmosfera de um determinado exoplaneta são descobertas devido ao trânsito planetário.

Isso acontece quando um exoplaneta passa na frente de sua estrela, com isso a luz do astro atravessa as moléculas presentes na atmosfera do mundo.

E como cada molécula interage de forma diferente à luz, alterando seus níveis de energia de maneira específica, assim os pesquisadores conseguem detectar a composição atmosférica de um determinado exoplaneta.

O Exoplaneta VHS 1256 b passará por muitas mudanças

Como ainda é muito jovem, possuindo cerca de 150 milhões de anos, o exoplaneta VHS 1256 b sofrerá muitas mudanças.

Dessa maneira, a tendência é que nos próximos bilhões de anos este mundo fique mais frio e com céus menos nublados.

Veja também o vídeo que fizemos sobre esse assunto:

https://youtu.be/HS7xsVEq7uc

Leia mais artigos do biologiadigital.com.br

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com