James Webb detecta galáxia espiral parecida com a Via Láctea 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Canva Pro

James Webb detecta galáxia espiral parecida com a Via Láctea nos primórdios do universo.

Cabe ressaltar, que o achado contraria os atuais modelos teóricos sobre a formação dessas estruturas.

Ainda, a estrutura foi encontrada numa época em que o universo tinha somente alguns bilhões de anos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, esse estudo foi realizado por pesquisadores do Centro de Astrobiologia, na Espanha. E o trabalho foi publicado no periódico científico Nature, no dia 8 de novembro.

James Webb detecta galáxia espiral parecida com a Via Láctea no universo primitivo

Vale ressaltar que essa galáxia semelhante a Via Láctea foi batizada de ceers-2112  e se formou cerca de 1 bilhão de anos após o Big Bang, segundo o astrônomo Alexander de la Vega,  da Universidade da Califórnia, nos EUA. 

No entanto, esse achado contraria alguns modelos teóricos que acreditavam que galáxias espirais barradas como a ceers-2112 só poderiam se formar na metade da idade atual do universo, que tem cerca de 13,8 bilhões de anos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Isso porque nos primórdios do universo essas estruturas eram mais caóticas.  

Assim, os cientistas não esperavam encontrar uma galáxia espiral barrada, que é um tipo de galáxia que possui uma banda de estrelas ordenadas no centro de onde surgem os braços espirais. 

Dessa forma, o entendimento anterior dos astrônomos era que eram necessários bilhões de anos de evolução da galáxia para que ela pudesse apresentar uma barra de estrelas ordenadas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

O Modelo teórico atual sofrerá ajustes?

De acordo com o la Vega, autor do estudo, essa descoberta da existência de galáxias espirais barradas no início do universo pode levar a mudanças dos modelos teóricos atuais sobre o surgimento e evolução das galáxias.

Ainda segundo o autor, as modificações nos modelos atuais sobre a formação das galáxias precisam ser feitas na quantidade de matéria escura que constitui essas estruturas do início do universo.

Isso porque os astrônomos acreditam que esse tipo de matéria, que ainda não foi detectada apenas suposta por meio de cálculos, influencia na taxa de formação dessas barras ordenadas de estrelas no centro das galáxias espirais.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

As galáxias ficaram amadurecidas e ordenadas bem mais rápido do que se acreditava

Assim, os resultados deste estudo indicam que galáxias espirais barradas como a ceers-2112 podem ser ordenadas e amadurecidas antes do que os astrônomos acreditavam. 

Isso porque, antes era mais difícil a detecção de barras em galáxias distantes nos primórdios do universo, porque estas geralmente são bem pequenas.

Porém, com o poder de resolução do telescópio espacial James Webb, os pesquisadores conseguiram identificar a barra dessa galáxia espiral distante e pequena no início do cosmos.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Confira abaixo outros posts do Biologia Digital que podem ser interessantes para você.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com