Floresta Fóssil de 390 Milhões de Anos é Descoberta

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Pesquisadores descobriram uma floresta fóssil única de 390 milhões de anos, revelando detalhes de um ecossistema antigo e surpreendente.

Além disso, o estudo revela que essa floresta fossilizada apresentava algumas árvores parecidas com palmeiras e marcas de artrópodes.

Inclusive, a pesquisa foi conduzida pelo professor Neil Davies e o trabalho foi publicado no periódico Journal of the Sociedade Geológica, no dia 23 de fevereiro. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Floresta Fóssil de 390 Milhões de Anos é descoberta

A floresta fóssil descoberta acidentalmente no sudoeste da Inglaterra remonta ao Devoniano Médio, oferecendo um vislumbre fascinante do passado distante da Terra.

Inclusive, essa descoberta supera a antiga floresta fóssil de Gilboa, em Nova York, tornando-se a mais antiga conhecida, com estimados 390 milhões de anos de idade.

Ecos de um Mundo Antigo

Cabe ressaltar, que os registros fósseis revelam não apenas árvores, mas também pegadas de artrópodes, pintando um retrato vívido do Devoniano Médio.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além do mais, as diferenças entre este ecossistema e o de Gilboa sugerem uma evolução rápida das florestas em apenas alguns milhões de anos.

Árvores do Passado: Cladoxilopsídeos

As árvores descobertas, conhecidas como cladoxilopsídeos, apresentam semelhanças com palmeiras, mas são uma espécie agora extinta, revelando a diversidade das antigas paisagens vegetais.

Vale destacar, que este é o exemplo mais antigo de uma floresta com árvores crescendo próximas umas das outras e em grande quantidade, oferecendo uma perspectiva única da ecologia do Devoniano.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Ecologia do Devoniano

A descoberta acidental das árvores fósseis sugere uma mudança rápida nos ambientes florestais há cerca de 390 milhões de anos, marcando um ponto de transição na história da vegetação terrestre.

Veja abaixo outro conteúdo do Biologia Digital que pode ser útil para você.

Leia mais: Mistério Espacial Resolvido: Voyager 1 Envia Mensagem Após Quatro Meses de Agonia 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *