Elefantes se comunicam com amigos dizendo “olá” e despertam atenção de cientistas

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Em estudo recente, pesquisadores notaram que os elefantes se comunicam com amigos dizendo uma espécie de “olá” entre outras maneiras de conversar.

Tudo isso despertou a atenção dos cientistas, que resolveram então elaborar um experimento para detalhar quais formas peculiares de comunicação existem entre essas criaturas superinteligentes.

Desse jeito, esses animais acabam se destacando não só por serem grandes, mas também pela forma como se comunicam entre si. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Então, nesse post do Biologia Digital, você vai ficar por dentro de uma nova pesquisa que revela detalhes surpreendentes sobre como esses animais incríveis se cumprimentam e interagem socialmente.

Foto: Reprodução/ Canva Pro

Elefantes se comunicam com amigos demonstrando grande capacidade de interação social

Os elefantes são grandes mamíferos da família Elephantidae que apresentam grande habilidade em se comunicar e os cientistas já sabiam disso.

Porém, os pesquisadores não entendiam como isso acontecia exatamente, quais tipos de sons (vocalizações) ou linguagem corporal era utilizada por esses fascinantes animais.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Inclusive, os elefantes produzem sons de baixa frequência que não somos capazes de ouvir, para você ter uma noção da tamanha complexidade de comunicação desses bichos.

Além disso, é importante ressaltar que esses animais usam uma variedade de gestos visuais, como tapas com as orelhas e toques usando a tromba, além de vocalizações e comportamentos relacionados ao olfato para se cumprimentarem e interagirem uns com os outros.

Os elefantes apresentam uma comunicação multimodal complexa e rica em detalhes

Ao contrário de estudos anteriores que se concentravam apenas em uma forma de comunicação, a nova pesquisa adotou uma abordagem holística, observando como os elefantes combinam diferentes sinais de comunicação. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Desse jeito, os cientistas descobriram que para se comunicarem, os elefantes frequentemente combinam:

  • Gestos visuais;
  • Vocalizações;
  • Comportamentos relacionados ao olfato.

Assim sendo, para você ter uma ideia da complexidade da comunicação desses animais, os elefantes não trocam apenas saudações simples.

Porém, na verdade, esses bichos utilizam uma abordagem multimodal para se comunicar entre si, adaptando essa comunicação com base no contexto social, considerando se tem maior afinidade com um colega ou não.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, um comportamento que intrigou os pesquisadores foi quando um elefante tocava com a orelha ou tromba no colega que não estava fazendo contato visual.

Por outro lado, quando o colega estava fazendo contato visual, ou seja, quando estava prestando a atenção, o elefante que estava “falando” preferia utilizar uma comunicação mais gestual sem precisar encostar no “ouvinte”.

Entenda a importância das relações sociais para os elefantes

Os elefantes são animais sociais que formam laços estreitos com outros membros de seu grupo. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Inclusive, esses animais tendem a cumprimentar e conversar mais com outro elefante com quem possui mais afinidade.

Além disso, algumas observações de campo sugerem que esses animais possuem uma relação social bastante complexa, o que é de se esperar, já que também vivem por bastante tempo (cerca de 70 anos), como nós seres-humanos.

Desvendando os mistérios da linguagem dos elefantes

O estudo, realizado com um grupo de elefantes semi-selvagens no Zimbábue, revelou a complexidade da comunicação entre esses animais.

Ao observar suas interações e saudações, os pesquisadores conseguiram decifrar padrões e entender melhor como os elefantes se comunicam em seu ambiente natural.

Vale destacar, que à medida que os cientistas ampliam nosso entendimento sobre o universo da interação social dos elefantes, percebemos o quão complexa e fascinante é a comunicação desses animais.

Além disso, é importante ressaltar, que assim como os humanos, os elefantes exibem uma variedade de comportamentos e expressões para se comunicarem.

Portanto, essa comunicação vai desde gestos visuais distintos até vocalizações sutis, cada interação revelando novos segredos da interação social desses indivíduos.

Ao estudar a comunicação dos elefantes, somos lembrados da importância da compreensão intercultural em nosso mundo diversificado.

Assim como os elefantes adaptam sua linguagem com base no contexto social, nós também podemos aprender a valorizar e respeitar as diferentes formas de comunicação em todas as culturas e espécies.

Compreendendo e valorizando a comunicação animal

A pesquisa sobre a comunicação dos elefantes não apenas nos fascina, mas também nos lembra da riqueza e complexidade do mundo natural.

Desse jeito, ao entender melhor como esses animais se comunicam, podemos aprender a valorizar e respeitar ainda mais as incríveis formas de vida que compartilham nosso planeta.

Leia mais: Bactérias do estômago de vacas são capazes de reciclar plástico, segundo estudo

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *