Como os dinossauros foram extintos? Poeira fina pode ter bloqueado o Sol por 15 anos, afirma estudo

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Tentar entender como os dinossauros foram extintos é um grande desafio para os cientistas até hoje em dia, mesmo com o avanço da tecnologia computacional.

No entanto, de acordo com um novo trabalho publicado no periódico científico Nature Geoscience, uma poeira fina decorrente do impacto de um asteroide pode ter bloqueado a luz solar durante 15 anos, aproximadamente.

E para quem não sabe, o impacto do asteroide que eliminou grande parte dos dinossauros ocorreu onde hoje é a península de Yucatán e que criou a cratera de Chicxulub. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Poeira fina pode explicar a extinção dos dinossauros

Dessa maneira, de acordo com os estudiosos, uma poeira fina foi erguida na atmosfera durante 15 anos e foi capaz de bloquear a fotossíntese por cerca de dois anos.

Assim, esse evento provocou um grande colapso na cadeia alimentar e causou a extinção em massa de muitos grupos de animais, principalmente a maior parte dos dinossauros.

Sítio de Tanis pode conter informações valiosas sobre como os dinossauros foram extintos

Dessa forma, os cientistas chegaram a formular essa hipótese graças a uma simulação computacional e ao estudo das camadas sedimentares do sítio de Tanis.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Que é um sítio paleontológico que fica localizado no estado da Dakota do Norte, nos Estados Unidos.

E de acordo com os cientistas, este sítio pode conter evidências do que ocorreu imediatamente após o impacto com detalhes surpreendentes.

Inclusive, os detalhes são tão incríveis que os pesquisadores acreditam que os dinossauros possam ter vivenciado a experiência do impacto do asteroide em um dia de primavera do período cretáceo.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Além disso, os estudiosos acreditam que por consequência do impacto do asteroide, grãos tão finos de poeira comparados ao tamanho de bactérias, foram capazes de bloquear a luz solar por 15 anos.

Porém, a fotossíntese, processo pelo qual os organismos fotossintetizantes transformam a energia luminosa em energia química, foi prejudicada ao longo de dois anos de maneira mais significativa.

Dessa maneira, esse evento catastrófico de grandes proporções provocou grande colapso na cadeia alimentar que provocou a extinção da maior parte dos dinossauros.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Outros problemas causados pelo impacto do asteroide

Vale destacar, que o asteroide que provocou a extinção da maior parte dos dinossauros, tinha cerca de 10 km de largura e causou uma série de outros problemas também, como:

  • Incêndios florestais;
  • Aquecimento global;
  • Terremotos;
  • Tsunamis.

Dessa forma, os eventos apocalípticos causados pelo impacto do asteroide não só prejudicou o processo de fotossíntese…

Como também causou um aquecimento global que durou dezenas de milhares de anos e uma série de outros desastres. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Veja abaixo outro artigo do Biologia Digital que pode te interessar.

Leia também: Quanto tempo a Terra vai durar? Humanos deixarão de existir antes do fim do Planeta

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com