Como cultivar Margaridas em casa? Aprenda como cuidar e fazer florir!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

De beleza simples e delicada, as Margaridas são, certamente, uma das flores mais populares do mundo! Elas podem decorar a área externa da sua casa, seja plantadas diretamente no solo ou em pequenos vasos. Quer aprender como cultivar Margaridas no seu jardim?

Pois saiba que essa é uma plantinha de fácil cultivo, muito indicada para quem está começando na jardinagem. Você vai aprender tudo o que precisa saber sobre o cultivo de Margaridas neste artigo, me acompanhe!

Foto: Reprodução / Canva

Origem das Margaridas e seu significado

De nome científico Bellis perennis, a Margarida é nativa da Europa e pertence à família das asteráceas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

A simplicidade de suas pétalas e sua beleza delicada representavam a jovialidade e inocência das donzelas, no passado.

Por isso, esta é uma ótima planta para quem busca trazer um toque de romantismo ao paisagismo do jardim.

Dicas simples de como cultivar Margaridas em vasos ou jardins

Muitos cultivadores, principalmente os iniciantes, ficam receosos quando o assunto é o cultivo de flores. No entanto, uma espécie bem simples de plantar e cuidar no jardim de casa são as Margaridas!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Isso porque elas não  necessitam de nenhuma condição especial para que se desenvolvam bem. Veja a seguir os principais fatores a serem controlados no cultivo dessas lindas flores.

Qual o substrato ideal para Margaridas?

Essa é uma dúvida bastante comum, afinal de contas, a escolha do melhor substrato é o ponto de partida para o cultivo de qualquer planta.

No entanto, para as Margaridas, basta fornecê-las uma terra rica em matéria orgânica que está tudo certo!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Por isso, a adição de húmus de minhoca misturado a um pouco de terra adubada, areia e esterco de galinha já é suficiente para que a sua Margarida cresça e floresça como esperado.

Como plantá-las do jeito certo?

No plantio, preste atenção principalmente à drenagem do solo! Ele deve ser soltinho e não reter água em excesso.

Portanto, em vasos, faça furos no fundo do recipiente, adicione um material drenante, pode ser isopor ou argila expandida.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Em seguida, basta cobrir com o substrato, plantar a sua mudinha e regá-la bem.

Margaridas gostam de sol ou sombra?

Esta é uma espécie de planta que gosta bastante de sol pleno. Mas, também podem ser cultivadas em ambiente de meia sombra de áreas externas, desde que recebam pelo menos cerca de 4 horas do sol da manhã.

Com que frequência devo regá-las?

A rega da Margarida deve acontecer quando o solo estiver seco! Água em excesso levará ao apodrecimento dos caules e raízes da sua Margarida.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Como fazê-las florirem?

O uso de adubos orgânicos ou químicos ricos em fósforo estimula o florescimento das Margaridas. Boas opções são a torta de mamona e o NPK 04-14-08. Use-os pelo menos 3 vezes ao ano, principalmente na primavera.

É recomendado fazer a poda?

Sim, a poda de limpeza é bem recomendada! Retirar folhas e flores secas e murchas ajudam no surgimento de novas flores na sua plantinha.

Como fazer mudas?

Há duas formas de fazer a propagação da sua Margarida. A primeira delas é por meio da dispersão das sementes. Para isso, basta pegar as sementinhas que ficam no miolo da flor.

Entretanto, espero o miolo ficar bem sequinho, depois basta esfarelar com a mão e jogar sobre a terra. Inclusive, o próprio vento faz essa dispersão naturalmente!

Foto: Reprodução / Youtube (Jardim da Mari Sol)

A segunda forma é através de estaquia. Para isso, corte os galhos da planta e finque diretamente na terra. Muito fácil, não é mesmo?

Foto: Reprodução / Youtube (Jardim da Mari Sol)

Quanto tempo dura a floração?

A floração da margarida acontece principalmente nos meses de sol intenso. Sendo assim, espere ver sua plantinha florescer lindamente no verão e também na primavera.

Já nos meses frios ela adormece e poupa energia para o próximo ciclo de floração. 

Veja também: Vaso de fibra de coco para orquídeas: 8 vantagens desse material 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Rafaela Lucena é mais do que uma redatora; é uma entusiasta incansável do vasto universo da Astronomia, Educação Infantil, Cuidados com Pets e Jardinagem. Com uma combinação única de paixão e profundo conhecimento nessas áreas, ela entrega diariamente artigos envolventes e informativos aqui no Biologia Digital, inspirando nossos leitores a explorarem e aprenderem mais sobre esses fascinantes temas. Para trocar ideias ou colaborar, não hesite em entrar em contato através do e-mail: rafaeladelucena@gmail.com.