Colisão com universos bebês pode explicar a expansão do nosso Universo, afirma estudo

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Um novo estudo sugere que a expansão do nosso universo aconteceu e ainda ocorre devido a constante colisão e fusão com universos menores.

Os estudiosos da Universidade de Copenhague desenvolveram essa hipótese baseada na observação da radiação cósmica de fundo.

E surge como uma hipótese alternativa ao modelo cosmológico atual para explicar a expansão do nosso universo.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Inclusive, o estudo foi publicado no dia 12 de dezembro de 2023 no periódico científico Journal of Cosmology and Astroarticle Physics.

O que diz o atual Modelo Cosmológico sobre a expansão do universo

Através da observação da radiação cósmica de fundo (um vestígio do brilho do Big Bang), os cientistas descobriram que o universo continua a se expandir de forma acelerada.

E para ir de encontro com o atual modelo cosmológico, os estudiosos sugerem que a energia escura é a responsável por essa expansão acelerada.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

No entanto, como os cientistas não conseguem descrever esse tipo de energia, novas hipóteses para a expansão do universo surgem o tempo todo.

Fusão com universos bebês: hipótese alternativa tenta explicar expansão do nosso universo

E uma nova hipótese que tenta explicar a expansão do universo foi elaborada por cientistas da Universidade de Copenhague, liderados pelo físico Jan Ambjorn.

E esse novo estudo considera que o nosso universo continua a se expandir constantemente até os dias de hoje porque colide e se funde a universos bebês.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Dessa maneira, o nosso universo aumenta de volume toda vez que absorve um universo menor, fenômeno que é detectado pelos nossos instrumentos como se fosse um processo de expansão.

Como o novo estudo explica a inflação cosmológica?

O novo estudo também tenta explicar a inflação cosmológica, que é um fenômeno relacionado à expansão extremamente rápida do nosso universo em seus primeiros instantes.

Desse jeito, esse estudo sugere que o nosso universo, em seus primórdios, foi absorvido por um universo muito maior. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

James Webb pode ajudar a resolver o problema?

O debate sobre a expansão do universo não vai parar por aqui e novas hipóteses vão surgir.

Com isso, os cientistas acreditam que o Telescópio Espacial James Webb pode ser muito importante nas novas observações e estudos.

Confira abaixo outro artigo sobre o Universo do Biologia Digital.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leia mais: NASA adia missão Artemis após descobrir alguns problemas de segurança

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *