Cientistas podem ter descoberto planeta no limite do sistema solar

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Foto: Canva

Pesquisadores norte-americanos e franceses podem ter descoberto um planeta solitário depois da órbita de Netuno.

Como ainda não recebeu a revisão de outros cientistas, o estudo foi publicado como preprint na plataforma arXiv.

Este trabalho é bastante interessante porque mexe com a imaginação das pessoas que acreditam na teoria da existência do “planeta 9” ou “planeta x”.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Isso porque este planeta solitário, supostamente identificado pelos cientistas, tem características semelhantes às do planeta 9.

Isso quer dizer, que ele orbita a nossa estrela, o Sol, após Netuno, numa região do sistema solar conhecida como “nuvem de Oort”.

Portanto, ele seria o nono planeta do sistema solar, já que Plutão perdeu o título de planeta, por ser um planeta anão.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Nuvem de Oort

A nuvem de Oort é um disco mais externo ao sistema solar que abriga até trilhões de objetos transnetunianos.

Inclusive, essa região é formada por muitos detritos de gelo que delimita o sistema solar, praticamente, separando a parte interna da parte mais externa.

Além disso, a nuvem de Oort é quem abriga muitos asteroides, meteoros e cometas que são arremessados para o interior do sistema solar de tempos em tempos, graças à influência gravitacional de outras estrelas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leia Também: Sonda da missão BepiColombo registra fotos inéditas de Mercúrio

Simulação computacional aponta para a existência de um planeta na nuvem de Oort

Os estudiosos deste projeto, realizaram uma simulação computacional da formação e evolução do sistema solar.

E os resultados apontam para a possível presença de um astro do tamanho de um planeta, que pode estar “preso” na nuvem de Oort. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

E como isso aconteceu? Os pesquisadores supõem que o planeta pode ter sido expulso de um outro sistema planetário e pode ter vindo parar aqui no limite do sistema solar, nessa região da nuvem.

Dessa forma, este provável planeta isolado deve ter sido “capturado” pela forte gravidade exercida pelo Sol, segundo os astrônomos.

Apesar de ser semelhante ao planeta 9, principalmente no que diz respeito a sua localização, este planeta perdido não exerce influência na órbita de Netuno.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Por que falo isso? Porque esse é um dos argumentos propostos por Percival Lowell, astrônomo que desenvolveu a hipótese do planeta x ou planeta 9.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com