Banho quente faz mal? Veja o que diz a ciência

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Banho quente faz mal? Essa resposta depende da temperatura ou tempo de exposição, dizem os estudiosos.

Por isso, se você gosta de tomar aquele banho quente delicioso de chuveiro ou na banheira de hidromassagem após um dia estressante você precisa ter alguns cuidados.

Com isso, é possível desfrutar das sensações prazerosas do banho quente sem causar prejuízos à pele ou à saúde de forma geral.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Banho quente faz mal? 

Foto: Canva Pro

Após um dia cansativo muitas pessoas não dispensam aquele banho quente ao final do dia para aliviar a tensão e o estresse.

E não importa se o clima está frio ou calor, tem gente que não abre mão de um banho quente.

Porém, uma dúvida de muitos, é se um banho quente pode fazer mal e também se existe um tempo de exposição ideal ou temperatura adequada.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

De acordo com a cientista Amy Zack, médica da Cleveland 

Clinic, nos EUA, o banho de maneira geral (independente da temperatura) promove:

  • Limpeza da pele;
  • Evita irritação;
  • Impede o acúmulo de Fungos e Bactérias.

Benefícios

No entanto, os benefícios de um banho quente podem ser ainda maiores segundo Charles Steward, estudante de doutorado da Universidade de Coventry, no Reino Unido.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

De acordo com Steward, o banho quente funciona como uma terapia térmica, promovendo melhorias na saúde dos vasos.

Por consequência, o banho quente ajuda a diminuir o risco da ocorrência de doenças cardiovasculares.

Além disso, existem outros estudos que sugerem que cerca de uma hora de banho numa banheira de hidromassagem em temperaturas quentes pode reduzir os níveis de açúcar no sangue.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Malefícios

Por outro lado, é preciso ter cuidado para não exagerar no banho quente, principalmente com relação a temperatura e duração.

Isso porque, segundo a dermatologista Stacy Chimento, da Riverchase Dermatology em Miami Beach, o banho quente pode retirar os óleos naturais que protegem a superfície da pele.

Além disso, Chimento acrescenta que a redução dos óleos naturais podem desidratar a pele e torná-la sem brilho.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Ainda, o banho de água quente não pode ultrapassar 15 minutos e 43ºC, afirma Chimento.

Caso contrário, temperaturas mais elevadas (ou duração maior) podem retirar não só os óleos naturais da epiderme como pode também promover inflamação e irritação à pele.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com