5 plantas que não gostam de sol e que podem ser cultivadas dentro de casa ou apartamento

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Muitos cultivadores procuram por “plantas que não gostam de sol” para que possam ser usadas para decoração de ambientes internos.

Isso porque é esse tipo de característica dessas plantas facilita os cuidados para quem não tem tanto tempo para dedicar à jardinagem.

E para os que não podem oferecer um ambiente bastante iluminado para suas plantas, por viverem em apartamento, por exemplo.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Então a saída é conseguir plantas capazes de se adaptar a:

  • Ambientes com pouca iluminação;
  • Ambiente fechados;
  • E fáceis de serem cultivadas.

Com isso, neste artigo nós do Biologia Digital separamos 5 plantas que não gostam de sol e que podem ser cultivadas em ambientes internos ou fechados.

Então, vem comigo!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Veja agora cinco plantas que não gostam de sol e que podem decorar os mais variados ambientes internos

Antes de trazermos os 5 exemplos de plantas que não gostam de sol é necessário esclarecer que todos os vegetais precisam de luz.

Isso porque todas as plantas precisam da energia luminosa do sol para garantir seu alimento por meio da fotossíntese. 

Com isso, dizer que uma planta ou outra não gosta de luz é, na verdade, um pequeno equívoco.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Porém, é claro, o que acontece é que determinados tipos de plantas necessitam de uma incidência luminosa menor para se desenvolverem bem.

Então, veja agora 5 exemplos de plantas que não gostam de sol e que você pode cultivar dentro de casa ou apartamento.

Jiboia

A planta jiboia é ideal para você decorar o ambiente interno da sua casa ou apartamento por ser de fácil cultivo e necessitar de pouca luz  ou iluminação indireta. 

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Ela é natural da Oceania e apresenta folhas no formato de coração com cores que variam do verde-claro ao verde-escuro.

O ideal é que esta planta receba uma iluminação na parte da manhã para que ela cresça e se desenvolva bem.

Samambaia

Provavelmente você já viu sua avó ou tia cultivar esta linda planta, não é mesmo?!

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

A samambaia é um outro tipo de planta que se adapta muito bem a condições de pouca iluminação.

Isso porque esta planta, na natureza, pode ser encontrada em um ambiente de mata fechada com bastante sombra.

Dessa maneira, é bastante utilizada para decorar varandas e ambientes internos.

Lírio-da-paz

O Lírio da Paz é uma planta considerada herbácea natural da região da América Central.

Além disso, o Lírio da Paz apresenta folhas ovaladas, de cor verde escura e uma influência branca do tipo espádice. 

Como na natureza ela costuma ser encontrada no interior de florestas sombreadas de clima quente e úmido, esta planta não tolera uma iluminação direta.

Por isso, o Lírio da Paz é uma planta que gosta de meia sombra ou luz indireta, sendo ideal para decorar o interior da sua casa ou apartamento.

Espada de São Jorge

Embora a espada de São Jorge seja natural do continente africano que possui de modo geral um clima quente, ela se adapta a uma condição de meia sombra.

Além disso, seu crescimento é vertical e compacto, sendo uma planta considerada ideal para a decoração de interiores.

Orquídeas

As orquídeas São plantas da família Orchidaceae,  com centenas de gêneros e dezenas de milhares de espécies

No entanto, de modo geral essas plantas não toleram uma iluminação plena ou direta.

Isso porque na natureza são vegetais que costumam ser encontrados no interior de florestas vivendo sobre outras plantas, como árvores.

Deste Jeito, as orquídeas são plantas ideais para serem cultivadas com uma iluminação indireta, dentro de casa ou apartamentos.

Veja abaixo outros conteúdos que podem ser interessantes para você.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Leandro Sinis, além de ser o CEO do Biologia Digital, traz consigo uma bagagem valiosa como biólogo e divulgador científico, graduado pela renomada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sua paixão pela ciência e pelo compartilhamento do conhecimento o impulsiona a liderar esta plataforma com dedicação e expertise. Para entrar em contato com Leandro, envie um e-mail para: leandrocarsi89@gmail.com